top of page
Buscar
  • Foto do escritorOtorrino DF Entenda Mais

Quais são as cirurgias para apneia do sono?


A Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS) está associada a variadas consequências cardiovasculares, cognitivas e metabólicas, sendo considerada um problema de saúde pública. O tratamento de escolha para casos de intensidade moderada a grave é o dispositivo de CPAP (fluxo de ar positivo contínuo), mas a adesão do paciente a essa modalidade pode apresentar algum fator limitante que leva ao abandono do uso em curto ou médio prazo.


A escolha de um procedimento cirúrgico deve basear-se na presença de alterações anatômicas. Fatores concomitantes, tais como a idade avançada, a gravidade da SAOS e a obesidade, podem muitas vezes limitar o êxito destas cirurgias e isso também deve ser levado em consideração.


Ao longo dos anos, notáveis progressos aconteceram para a melhoria de técnicas cirúrgicas que abordam as cavidades nasais, o palato mole, a parede lateral da faringe e os ossos maxilares. Bem programados e executados, tais procedimentos cirúrgicos podem ser bastante benéficos no tratamento da SAOS.


Cirurgias Nasais

Em geral, as operações realizadas para aumentar o fluxo de ar através do nariz, como a remoção de cornetos / pólipos nasais ou o alinhamento de um desvio de septo podem melhorar a respiração nasal diurna e noturna e reduzir a intensidade da SAOS, além de permitir uma melhor adaptação ao CPAP.


Uvulopalatofaringoplastia (UPFP)

A cirurgia consiste na redução da úvula, remoção das amigdalas e dos tecidos redundantes do palato mole, aumentando o espaço aéreo posterior da faringe e diminuindo o colapso tecidual. O local da obstrução da via aérea em pacientes com SAOS é um indicador muito importante para o prognóstico cirúrgico favorável da UPFP, portanto a avaliação criteriosa de um especialista na área sempre deve ser considerada.


Avanço Maxilo-Mandibular

Nessa cirurgia, as maxilas superior e inferior são cirurgicamente manipuladas com a finalidade de ampliar as vias aéreas. Os resultados publicados sobre este procedimento sugerem que a taxa de sucesso no tratamento da SAOS é alta quando se tem um diagnóstico e planejamento bem estruturados.

122 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page