Buscar
  • Otorrino DF Entenda Mais

Seu sono está em débito?

É preciso encarar o fato de que cada um de nós tem uma necessidade de sono a cada noite e que precisamos disso para manter nosso desempenho em nível ideal. Quando insistimos na privação de sono, falhamos no requisito mínimo de sono e incorremos numa dívida de sono que impede o nosso melhor rendimento.


Quando o sono está no "negativo" isso começa a prejudicar seu estado mental e sua disposição geral. Faz com que fique mal-humorado com as pessoas ao seu redor. Você adquire muita sonolência e passa a consumir seu tempo com pensamentos sobre qual será o horário que vai retornar para casa e dormir, enquanto na verdade deveria se concentrar no trabalho. E (o pior) você pode fechar os olhos subitamente quando menos esperar, numa espécie de "micro-sono", colocando-se em risco para acidentes (especialmente os veiculares) que podem ser fatais.


O ato de dormir é também biologicamente regulado por um processo homeostático. Em outras palavras, isso significa que o sono adquirido irá diminuir o desejo de dormir e sono em falta vai aumentá-lo.


Quando você não dorme o suficiente por uma noite, você acumula o que é conhecido como "débito de sono". Caso continue a tendência em não atingir sua exigência diária de sono, seu débito continua a aumentar, acrescenta uma carga ainda maior ao que você já carrega e degrada seu desempenho durante todo o dia. A menos que se pague a dívida, ela fica maior e maior enquanto estamos acordados até que... CRASH! Caímos no sono!


Para sentir-se descansado novamente e alcançar um estado de alerta satisfatório durante o dia, evite a privação de sono.


Normalize seu padrão de sono baseando-se em hábitos de higiene do sono. Encontre formas de desestressar-se. Não leve seus problemas de trabalho para casa. Alimente-se de forma saudável. Evite o consumo de álcool. Finalmente, faça exercícios físicos regularmente.


Na maioria dos casos, mudar hábitos pessoais e o estilo de vida sedentário será a melhor solução para ficar longe da privação crônica de sono.


Você perceberá o equilíbrio adequado quando voltar a sentir-se melhor, mais atento e sem sonolência diurna.




5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo