Buscar
  • Otorrino DF Entenda Mais

As Luzes e o Distúrbio do Sono: Qual a Relação?

Distúrbios do sono ocorrem quando o ritmo circadiano (mecanismo pelo qual nosso organismo se regula entre o dia e a noite) é perturbado pela atividade humana, como a exposição à luz artificial ou luz brilhante. Afinal, qual a relação entre as luzes e os distúrbios do sono?


A exposição à luz azul, bem como à luz branca muito cedo antes de dormir, pode levar a distúrbios do sono.


O tipo de iluminação proveniente da tela do dispositivo corta a secreção de melatonina

Mas vamos tirar uma coisa do caminho: a luz azul não é intrinsecamente ruim. A exposição à luz azul e à luz branca durante o dia é boa para sua saúde e bem-estar, mas a superexposição, especialmente à noite, pode ter um efeito negativo sobre seu ritmo circadiano e seu ciclo de sono.


Alternativamente, a luz vermelha, amarela ou laranja tem pouco ou nenhum efeito sobre seu ritmo circadiano, e estas cores de luz são seguras para serem usadas à noite. A luz vermelha, diga-se de passagem, ajuda a manter ou aumentar o nível de atividade mental sem suprimir a produção de melatonina, hormônio que regula o sono.


Distúrbios do Sono e a Luz Azul


Uma exposição excessiva à luz azul antes de dormir pode inibir a produção de melatonina, o hormônio "sono" produzido em sua glândula pineal que regula seu ritmo circadiano.


A exposição à luz azul pode levar a uma produção inadequada de melatonina, o que pode prejudicar sua capacidade de permanecer adormecido.


A principal fonte de luz que causa problemas à noite é a luz azul artificial gerada por uma série de dispositivos eletrônicos em nossas casas. Isso acontece porque a luz emitida pelas telas eletrônicas é azul, o que estimula o cérebro a permanecer mais tempo ativo e, consequentemente, atrapalha a pegar no sono.


Então fiquem atentos e sempre pausem o uso dos aparelhos eletrônicos quando ficar perto da sua hora de dormir.


Saiba mais em nosso Blog do Sono!

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo